Você está em: Notícias»Câmara debate a presença do 'professor-suporte' nas escolas municipais

Câmara debate a presença do 'professor-suporte' nas escolas municipais

Câmara debate a presença do 'professor-suporte' 
nas escolas municipais
Os vereadores se reuniram nessa quarta-feira (28), na sala de reuniões, para debater a presença do “professor-suporte” nas salas de aula das escolas municipais. A iniciativa partiu do vereador Ciço Amaro (PSD) e contou com a presença de quatro entidades. Atualmente, crianças e adolescentes com deficiência estudam na mesma sala de aula que os demais, mas são atendidos pelo professor-suporte. Segundo a secretária municipal de Educação, Zilma Mônica Sansão Benevenutti, o município está fazendo adaptação à legislação federal, que atribui a um único professor a responsabilidade por todos os alunos da turma. “Se continuarmos assim, não estamos preparando o aluno para ser livre e autônomo. Nós queremos incluí-lo na vida e na escola”, argumenta Zilma, explicando que esse educador focado na educação inclusiva passa a ser volante, atendendo mais de uma turma. Algumas escolas já se adaptaram à mudança. Professores estão recebendo formação para lidar com a nova política. Já a presidente da Associação de Pais e Amigos do Autista de Gaspar, Eliane Schmidt, pediu organização e mais reuniões sobre o assunto. “É preciso olhar com carinho as necessidades do indivíduo”, afirma, informando que mãe de três filhos autistas. De acordo com Zilma, a intenção da secretaria é inserir futuramente um professor para atendimento especializado nas creches gasparenses. Estiveram presentes também integrantes da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais e do Conselho Municipal de Educação.


© 2018 - Desenvolvido por Lancer