Você está em: Notícias»Vereador Chico Anhaia homenageia Rafael Condé e Cesário Simon

Vereador Chico Anhaia homenageia Rafael Condé e Cesário Simon

Vereador Chico Anhaia homenageia Rafael Condé e Cesário Simon
Os vereadores homenagearam, nesta terça-feira (28), o juiz de direito, Rafael Germer Condé e o agricultor Cesário Simon, pela contribuição dada ao povo gasparense. Propostas pelo vereador Francisco Solano Anhaia (PMDB), as moções honrosas (7 e 8/2017) foram aprovadas pelo plenário e ressaltaram os relevantes serviços prestados pelas personalidades escolhidas. Em seu pronunciamento, Anhaia enfatizou a imparcialidade, a competência e a seriedade de Condé quando também atuou como juiz eleitoral nas eleições de 2016. “Obrigado por trazer esse presente, a 4ª Vara da Família, para Gaspar”, lembrou o parlamentar. Com muita luta e apoio de diversas entidades, o juiz ajudou a instalar, em 1º de dezembro de 2015, a 4ª Vara da Família, Infância e Juventude, Idoso, Órfãos e Sucessões na comarca. Esta unidade jurisdicional - criada pela lei complementar 224/2002 – só saiu do papel após 13 anos. Escolhido para ser o titular da vara, Condé recebeu mais de três mil processos. À época, o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Nelson Schaefer Martins, declarou sobre a escolha que, “trata-se de um magistrado vocacionado”. Ao deixar Gaspar, no final de 2016, o juiz reduziu o número de ações para 2.100. “É uma cidade que me acolheu de braços abertos. Trata-se de um povo digno e muito receptivo”, revelou. Formado em direito pela FURB (Fundação Universidade Regional de Blumenau), Rafael, 41 anos, comanda atualmente a Vara de Execução Penal em Florianópolis. Já o segundo homenageado é gasparense nato, tem 72 anos e sempre trabalhou em parceria com a administração municipal. Em uma área doada por Cesário na década de 90, foi construído, em 2001, o Centro de Desenvolvimento Infantil Vovó Lica, localizado no Bairro Margem Esquerda. Simon também fez uma troca de terreno, em 2003, que permitiu o acesso da Travessa Guilherme Simon às Ruas Nicolau Threiss e Antônio Zendron. Por último, em 2015, ele autorizou a construção de um canal extravasor dentro de uma de suas propriedades. Mas, a paixão pela terra, adquirida na infância, e pela esposa Elvira permanece imutável. No ano passado, o casal comemorou bodas de ouro – 50 anos de casamento – junto com uma grande família. São cinco filhos, 13 netos e dois bisnetos, que foram criados graças à agricultura. Sempre unido, o clã Simon já enfrentou momentos difíceis como a enchente ocorrida em 1984 quando um touro atingiu Cesário e o feriu gravemente. Recuperado, voltou ao cultivo da terra. “Homem humilde, trabalhador, de grande índole e de moral inabalável”, definiu Anhaia.


© 2017 - Desenvolvido por Lancer